Governo de Goiás aprova venda de participação na distribuidora de energia Celg-D

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 14:58 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O governo do Estado de Goiás aprovou a venda das ações que detém na distribuidora de energia elétrica Celg-D por meio da holding CelgPar, de acordo com ata de assembleia geral extraordinária de acionistas da CelgPar divulgada nesta quinta-feira.

Segundo o documento, os conselheiros da CelgPar aprovaram a venda da "totalidade" das ações detidas pelo governo estadual na elétrica, que será colocada em leilão na BM&FBovespa em 2016 pela estatal federal Eletrobras, que é sócia majoritária da concessionária goiana.

O Conselho Nacional de Desestatização aprovou um valor mínimo de 1,427 bilhão de reais para a parcela de 51 por cento que a Eletrobras detém na Celg-D.

A operação de venda da elétrica, no entanto, envolverá mais de 2,8 bilhões de reais se considerada também a venda da fatia do Estado de Goiás, de cerca de 49 por cento, e ações detidas por empregados e aposentados da Celg.

Recentemente, fonte com conhecimento das negociações disse à Reuters que a Eletrobras já tem oito interessados na companhia goiana.

(Por Luciano Costa)