December 18, 2015 / 10:50 PM / 2 years ago

Anima Educação compra grupo de escolas em Santa Catarina por R$150 mi

3 Min, DE LEITURA

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Anima Educação informou nesta sexta-feira acordo para compra da Sociedade Educacional de Santa Catarina (Sociesc) por 150 milhões de reais.

Os pagamentos serão feitos em 180 parcelas mensais e a rede de ensino privado também vai assumir dívida líquida de 30 milhões de reais da Sociesc, formada por centro universitário, faculdades e escolas.

O negócio contempla todas as atividades e unidades de negócio da Sociesc, com exceção das operações da Escola Internacional de Joinville e os imóveis operacionais naquela cidade, que permanecerão titulares dos atuais associados.

O valor já contempla o pagamento de 97,5 milhões de reais relativos ao aluguel dos primeiros quinze anos dos campi de Joinville.

A Anima disse que antecipará, nas primeiras seis parcelas, o valor de metade do aluguel das 48 parcelas subsequentes, correspondente a 13 milhões de reais.

"O caixa efetivamente não é quase nada impactado. Já está embutido o valor do aluguel, é uma compra que não requer necessidade de caixa", disse à Reuters o presidente-executivo da Anima, Daniel Castanho. A empresa encerrou o terceiro trimestre com caixa de 242 milhões de reais.

Com a Sociesc, a companhia passa a ter cerca de 98 mil alunos no segundo semestre de 2015, com receita líquida total em 2014 de 948,4 milhões de reais (proforma) e Ebitda (sigla em inglês para lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização)ajustado de 187,9 milhões de reais.

No ensino a distância (EAD), a Anima passará a 33 polos de graduação, ante os 12 que possui atualmente. O número poderá chegar a 59 após aprovação de 26 pedidos de novos polos da Sociesc no MEC.

A operação está sujeita à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência (Cade).

A Anima desfez em abril contrato para unir suas operações com as da norte-americana Whitney University System após mudanças impostas ao setor educacional pelo governo federal para o Fundo de Finaciamento Estudantil (Fies).

A companhia brasileira tinha anunciado em dezembro um acordo para unir suas operações com as da norte-americana no Brasil, incorporando à sua rede a Universidade Veiga de Almeida (UVA), no Rio de Janeiro, e o Centro Universitário Jorge Amado (Unijorge), em Salvador.

O executivo da Anima disse que o cenário mais estável em relação ao Ministério da Educação (MEC) e ao Fies deixa a companhia apta a pensar em novos negócios. "A gente está pensando, alinhando, estão no radar instituições", disse.

"Nosso nível de alavancagem é baixo, estamos com caixa para fazer aquisições", acrescentou.

Por Juliana Schincariol

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below