Varejista Casino rejeita relatório crítico de vendedores a descoberto

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015 08:56 BRST
 

PARIS (Reuters) - O Casino rejeitou um relatório da empresa de análise Muddy Waters, fundada pelo vendedor a descoberto Carson Block, afirmando que a varejista francesa é uma das empresas mais "sobrevalorizadas" com as quais se deparou.

"O Casino rejeita firmemente todos os argumentos colocados pela Muddy Waters Capital", disse a empresa, que controla no Brasil o Grupo Pão de Açúcar, em comunicado nesta segunda-feira.

"O grupo Casino se beneficia tanto das dinâmicas sólidas de negócios quanto da estrutura financeira sadia. O grupo permanece confiante na sua perspectiva de negócios e sua capacidade de criar valor para todos os acionistas do grupo".

A Muddy Waters disse na semana passada que o Casino é uma das companhias "mais sobrevalorizadas e mal compreendidas" com as quais já se deparou, acrescentando em um relatório de 22 páginas publicado em seu site que havia realizado operações apostando na queda das ações do Casino e de sua controladora Rallye.

A venda a descoberto envolve o aluguel de um instrumento financeiro e sua venda com a expectativa de comprá-lo por um preço mais barato, obtendo lucro com isso.

A Muddy Waters disse que as ações do Casino valiam apenas 6,91 euros. Elas iniciaram o mês a cerca de 54 euros cada e fecharam o pregão de sexta-feira a 44 euros.

O Casino disse nesta segunda-feira que o preço-alvo médio derivado do consenso de 23 analistas cobrindo o Casino era de 55 euros por ação na sexta-feira.

A varejista acrescentou que "a recuperação em aceleração de suas operações na França" está impulsionando a performance, e que o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) deve ser significantemente maior no segundo semestre que um ano antes, com uma "tendência de clara melhora de margem de 2016 em diante".

(Por James Regan)