BCE vai manter política monetária frouxa o tempo que for necessário, diz Praet

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015 10:06 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) vai manter a política monetária frouxa pelo tempo que for necessário, tendo em consideração riscos como o crescimento mais lento nas economias emergentes, disse o economista-chefe do banco, Peter Praet, em uma entrevista a um jornal belga.

O BCE cortou a taxa de depósito neste mês e a estendeu seu programa de compra de ativos em uma tentativa de levar a inflação da zona do euro, atualmente pouco acima de zero, de volta à sua meta de quase 2 por cento.

"Ele (o BCE) vai perseguir uma política monetária expansionista pelo tanto que for necessário. Sem dar uma data, o cronograma é bastante longo", disse Praet, que também é membro da Comissão Executiva do banco, ao La Libre Belgique.

"Riscos adicionais surgiram da desaceleração dos países emergentes, riscos que são bem significativos para a zona do euro. Também há pressões de baixa para os preços no setor manufatureiro como resultado do excesso de produção e do nível de desemprego muito alto."

Ele acrescentou, no entanto, que o BCE não pode agir sozinho e que os governos precisam fazer sua parte também.

(Reportagem de Francesco Canepa)