Cheques sem fundo têm forte alta em novembro, diz Serasa

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015 11:14 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O percentual de cheques devolvidos pela segunda vez por falta de fundos em novembro no Brasil subiu para 2,61 por cento, avançando sobre o índice apurado em outubro e no mesmo mês do ano passado, informou a empresa de análise de informações de crédito Serasa Experian, nesta segunda-feira.

A empresa disse que o resultado de novembro foi o maior da série histórica iniciada em 1991. Antes do recorde, o valor mais alto apurado havia sido de 2,52 por cento, em maio de 2009.

A inadimplência de cheques de outubro havia sido de 2,20 por cento e a de novembro do ano passado de 1,93 por cento, segundo os dados da Serasa.

"O nível recorde da inadimplência com cheques observado em novembro deste ano é consequência direta do aprofundamento da recessão econômica, do aumento do desemprego e da queda do poder de compra da população", afirmaram economistas da Serasa Experian em comunicado à imprensa.

(Por Alberto Alerigi Jr.)