December 22, 2015 / 8:39 PM / 2 years ago

Petrobras e Vale sustentam alta da Bovespa em dia de giro reduzido

3 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO (Reuters) - A Bovespa fechou com o seu principal índice em alta nesta terça-feira, amparada particularmente no avanço de Petrobras e Vale, mas com liquidez reduzida conforme se aproxima o feriado do Natal e permanecem as incertezas econômicas e políticas no Brasil.

O Ibovespa subiu 0,62 por cento, a 43.469 pontos.

O volume financeiro somou apenas 5 bilhões de reais, abaixo da média diária do mês de 7,5 bilhões de reais.

O quadro externo favorável endossou os ganhos locais, após o Ibovespa cair mais de 4,5 por cento nos últimos dois pregões, pressionado pela apreensão dos investidores com mudança no comando do Ministério da Fazenda.

Na visão de profissionais do mercado, o pregão paulista teve uma sessão de acomodação, de correção de preços, sem que tenham se dissipado as preocupações com relação à nova equipe econômica, apesar dos discursos do novo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa.

Destaques

=PETROBRAS fechou com elevação de 2,26 por cento nas preferenciais, após forte queda na véspera, conforme os contratos do petróleo do tipo WTI nos Estados Unidos fecharam em alta, embora o Brent tenha recuado.

=VALE encerrou com as preferenciais de classe A em alta de 3,18 por cento, acompanhando o movimento de mineradoras no exterior, diante de nova alta dos preços do minério de ferro na China.

=BRADESCO e ITAÚ UNIBANCO subiram 0,89 e 0,64 por cento, respectivamente, após fortes perdas recentes, com dados de crédito também no radar, embora com poucos sinais animadores para o setor. BANCO DO BRASIL avançou 0,6 por cento.

=OI saltou 16,11 por cento, conforme o mercado segue na expectativa de consolidação no setor, com a operadora de telecomunicações aparecendo como figura chave. A ação acumula em dezembro ganho de quase 20 por cento, mas, no ano, ainda recua cerca de 75 por cento.

=GOL desabou mais de 11 por cento, a 2,49 reais, renovando o menor valor histórico, tendo como pano de fundo um quadro desfavorável, com forte valorização recente do dólar, apesar do alívio na moeda nesta sessão. Foi a maior queda precentual da ação desde meados de outubro.

=MINERVA, que não está no Ibovespa, avançou 4,36 por cento. A empresa produtora de carne bovina anunciou que está finalizando documentos para receber investimentos da britânica Salic UK, controlada pelo grupo saudita de mesmo nome.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below