Sabesp pretende prorrogar programa de incentivo à redução do consumo de água

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015 09:18 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho da Sabesp autorizou a diretoria da companhia a pleitear junto à agência reguladora de saneamento Arsesp a continuidade do programa de incentivo à redução do consumo de água por bonificações nas contas dos clientes, assim como a tarifa para consumidores que gastarem mais.

Segundo fato relevante publicado nesta quarta-feira, a Sabesp pedirá a prorrogação do programa para o final de 2016 ou até que "haja maior previsibilidade quanto à situação hídrica", disse a empresa.

A proposta prevê que o consumo de referência atualizado de cada cliente seja obtido pela multiplicação do consumo de referência inicial pelo fator 0,78.

O fator é resultado da divisão entre o consumo total da população atendida pela Sabesp no período recente (outubro de 2014 a setembro de 2015) e o consumo correpondente no período inicial (fevereiro de 2013 a janeiro de 2014).

A atualização será aplicada nas contas cujas leituras de consumo ocorram a partir de 1º de fevereiro de 2016.

Segundo a Sabesp, as demais condições e regras do programa serão mantidas, inclusive o escalonamento das faixas de bonificação de 10, 20 e 30 por cento.

A aplicação de tarifas de contingência também foi prorrogada até o fim de 2016, disse a Sabesp.

No mês passado, executivo da Sabesp afirmou que a companhia via melhora do cenário de segurança hídrica em São Paulo na comparação com 2014, mas que não descartava manter no ano que vem descontos para consumidores que economizassem e sobretaxas para aqueles que gastassem mais.

  Continuação...