Desemprego no México tem menor nível em sete anos em novembro, exportações caem

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015 14:40 BRST
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - As exportações de produtos industrializados do México tiveram em novembro a maior queda em três meses, mas a taxa de desemprego caiu para uma mínima em sete anos, apresentando dados contrastantes sobre o crescimento na segunda maior economia da América Latina.

As exportações de manufaturados caíram 3,5 por cento em novembro ante outubro, segundo dados sazonalizados, a maior queda desde agosto, apontou a agência nacional de estatísticas do país na quinta-feira.

As exportações de automóveis caíram 1,9 por cento, enquanto outros bens industrializados tiveram queda de 4,3 por cento, mostraram os dados.

O México exporta principalmente bens manufaturados, como carros e televisores, e cerca de 80 por cento dos produtos são enviados para os Estados Unidos.

Os dados mostraram que importações de bens de consumo, exceto petróleo, também caíram 1,4 por cento em novembro ante outubro, a maior baixa desde julho, em um sinal de enfraquecimento da demanda doméstica.

Vendas em alta no varejo ajudaram no crescimento do terceiro trimestre, quando a economia do México cresceu no maior ritmo em dois anos. Mas o peso mexicano perdeu mais de 16 por cento frente ao dólar neste ano, fazendo importações dos EUA ficarem mais caras para os consumidores do país.

Um outro relatório mostrou que a taxa de desemprego sazonalizada do México caiu em novembro para o menor nível desde outubro de 2008. Em termos ajustados, a taxa de desemprego teve queda para 3,96 por cento.

(Por Alexandra Alper)