Investimentos da indústria alemã devem subir 6% em 2016, diz pesquisa

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015 11:31 BRST
 

BERLIM (Reuters) - As companhias industriais alemãs planejam aumentar seus investimentos em 6 por cento em 2016, um sinal positivo para uma economia que tem sofrido com o fraco investimento privado nos últimos anos, uma pesquisa do instituto Ifo em Munique mostrou nesta segunda-feira.

A Ifo disse que projeta um aumento de 6 por cento comparado ao aumento de 4 por cento em 2015. Ela espera que seja dirigido pelas grandes empresas de manufatura, já que as companhias menores dizem que pretendem reduzir seus gastos em novos edifícios e equipamentos.

Os resultados são baseados nas respostas de aproximadamente dois terços da 2,3 mil companhias que a Ifo perguntou sobre seus planos de investimento. O instituto planeja publicar um detalhamento dos ramos específicos dentro do setor de manufatura no começo do próximo ano.

A Alemanha tem sofrido com o fraco investimento público e privado nas últimas décadas, levando o ministro da Economia, Sigmar Gabriel, a eleger uma força-tarefa que apresentou propostas para resolver o problema mais cedo neste ano.

O chefe do instituto econômico DWI sediado em Berlim e presidente da força-tarefa, Marcel Fratzscher, disse em abril que o investimento de 100 bilhões de euros por ano do governo alemão e das companhias é muito pequeno, e com a maior parte da carteira no setor privado.

Desde então, o governo tem aberto os cofres, anunciando planos de investimento de 13 bilhões de euros em 2016 para modernizar pontes e estradas.

(Reportagem por Joseph Nasr)