Dólar cai mais de 2% e termina a R$3,86 em dia de baixa liquidez

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015 17:23 BRST
 

Por Bruno Federowski

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em queda de mais de 2 por cento ante o real nesta segunda-feira, em uma sessão marcada por baixa liquidez com muitos operadores afastados das mesas entre os feriados de Natal e Ano Novo.

O dólar recuou 2,10 por cento, a 3,8600 reais na venda, menor nível de fechamento desde 10 de dezembro, quando ficou em 3,8005 reais.

"Há poucos agentes no mercado hoje, então qualquer operação acaba fazendo preço", explicou o operador da corretora SLW José Carlos Amado.

Segundo operadores, o baixo volume de negócios deixou o mercado refém de operações pontuais. Alguns investidores também aproveitaram para desmontar apostas na alta da moeda norte-americana e ajustar seus portfólios antes do fim do ano.

Em um dia de agenda fraca, a atenção dos investidores recaiu sobre as contas públicas brasileiras. Nesta tarde, o Tesouro Nacional divulgou que o governo central apresentou déficit primário de 21,279 bilhões de reais em novembro, o pior desempenho mensal desde o início da série histórica.

A presidente Dilma Rousseff deve se reunir com a junta orçamentária mais tarde, uma semana após Nelson Barbosa assumir o Ministério da Fazenda no lugar de Joaquim Levy, desagradando investidores e desencadeando nova alta da moeda norte-americana.

"No retorno do feriado de Natal, o foco dos mercados financeiros recai sobre o cenário fiscal do país", resumiu o operador da corretora Correparti Ricardo Gomes da Silva Filho.

Nos mercados externos, nova queda dos preços do petróleo e preocupações sobre a desaceleração da economia chinesa levavam investidores a evitar ativos de maior risco, elevando as cotações da divisa norte-americana em relação às principais moedas emergentes.

O Banco Central deu sequência nesta sessão à rolagem dos swaps cambiais que vencem em janeiro, com oferta de até 11.260 contratos, que equivalem a venda futura de dólares. Até agora, a autoridade monetária já rolou o equivalente a 9,845 bilhões de dólares, ou cerca de 92 por cento do lote total, que corresponde a 10,694 bilhões de dólares.

 
10/09/2015. REUTERS/Ricardo Moraes