Comercializadoras de energia liberam créditos em liquidações da CCEE

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015 17:40 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Comercializadoras de eletricidade receberão parte dos valores retidos na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) desde novembro, quando foram suspensas as liquidações financeiras de operações do mercado de energia devido a um excesso de ações judiciais em que empresas se livraram da obrigação de realizar pagamentos.

Segundo ata de reunião do Conselho de Administração da CCEE de 22 de dezembro, divulgada nesta segunda-feira, a Abraceel, associação que representa os investidores de comercialização, obteve decisão judicial que obrigou a Câmara a fazer o pagamento.

Anteriormente, empresas que operam termelétricas, entre as quais a Petrobras, haviam também conseguido liberação de créditos na CCEE por meio de uma liminar em favor da Abraget, associação que reúne as companhias do segmento.

As liquidações financeiras da CCEE, que promovem pagamentos e recebimento entre empresas que operam no mercado de energia elétrica, estão paradas desde novembro, quando seriam realizados 4,2 bilhões de reais em acertos financeiros de operações realizadas em setembro.

A suspensão foi motivada por mais de uma centena de liminares que impediam a CCEE de cobrar débitos de empresas na liquidação --a maioria delas livrando hidrelétricas de pagamentos devido a uma geração menor que o previsto neste ano, devido à seca.

Procurada, a CCEE confirmou que o pagamento "parcial" dos créditos devidos aos comercializadores foi realizado, mas não citou valores. A CCEE também não revelou o montante liberado para as termelétricas associadas à Abraget.

(Por Luciano Costa)