Cemig captará R$1,44 bi para pagar bônus por hidrelétricas arrematadas em leilão

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015 19:13 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A elétrica mineira Cemig aprovou a realização de uma emissão de 1,44 bilhão de reais em notas promissórias com o objetivo de pagar a primeira parcela do bônus de outorga de 18 hidrelétricas arrematadas pela companhia em leilão do governo federal em dezembro, segundo ata de reunião divulgada nesta segunda-feira.

A Cemig garantiu no certame, realizado em 25 de novembro, o direito de operar por 30 anos as usinas, que somam 700 megawatts em capacidade, mediante o pagamento de um bônus de 2,2 bilhões de reais-- do qual 65 por cento deve ser quitado em 30 de dezembro deste ano, segundo o edital da licitação.

A emissão foi aprovada pelo Conselho de Administração da Cemig e terá como coordenadores os bancos BB Banco de Investimento, Bradesco BBI e Caixa Econômica Federal.

Segundo a ata da reunião, os papéis serão remunerados por 120 por cento do CDI.

Os bancos coordenadores garantirão uma oferta firme de 480 milhões de reais cada um para a emissão, o que significa que as instituições financeiras deverão comprar os papéis caso não haja demanda de investidores profissionais.

A Cemig ainda informou na ata que os bancos foram contratados para assessorá-la na busca de "diferentes alternativas de financiamento e indicação das melhores condições para se fazer o refinanciamento das referidas notas promissórias e o pagamento da segunda parcela da bonificação".

A segunda parcela deverá ser quitada em 180 dias após a primeira.

(Por Luciano Costa)