Sueca Assa Abloy compra brasileiras Papaiz e Udinese

terça-feira, 29 de dezembro de 2015 19:50 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A sueca Assa Abloy anunciou nesta terça-feira a assinatura de acordos para compra das fabricantes brasileiras de fechaduras e cadeados Papaiz e de material para portas e janelas Udinese, ampliando participação no país.

O valor das operações não foi revelado. Papaiz e Udinese pertencem ao grupo Papaiz, que tem origem na década de 1950, na cidade de São Paulo. As transações devem ser concluídas ainda neste ano, informou em comunicado à imprensa a companhia sueca especializada em soluções para abertura de portas.

O faturamento combinado das empresas deve atingir 200 milhões de reais em 2016, afirmou a Assa Abloy, que antes da compra da Papaiz e Udinese anunciou aquisições neste mês na Suíça e na Holanda. Segundo a empresa, Papaiz e Udinese acrescentam cerca de 1.300 funcionários à sua base de empregados.

A compra das empresas líderes em seus segmentos acontece em meio à crise no setor imobiliário, que acumula estoques de imóveis novos à espera de compradores diante da baixa confiança do consumidor e queda no emprego este ano.

As vendas de materiais de construção no Brasil caíram 12,8 por cento em novembro sobre um ano antes, segundo dados da associação que representa o setor, Abramat. A entidade espera queda de cerca de 12 por cento no acumulado de 2015 e nova queda em 2016, de cerca de 4 a 5 por cento.

(Por Alberto Alerigi Jr.)