Exxon fecha terminal de Memphis, nos EUA, por risco de inundação

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016 19:18 BRST
 

HOUSTON (Reuters) - A Exxon Mobil fechou seu terminal de produtos refinados com capacidade para 340.571 barris por dia ao longo do rio Mississippi em Memphis, no Estado norte-americano do Tennessee, devido a enchentes que ameaçam inundar a instalação ao sul do centro da cidade, disse um porta-voz nesta sexta-feira.

As fortes chuvas no Missouri e no Illinois aumentaram a vazão do Mississippi e seus afluentes na semana passada, fechando dois oleodutos que alimentam a refinaria Phillips 66 em Wood River, Illinois, e ameaçam outras refinarias, terminais e dutos ao longo do rio até a costa do Golfo em Louisiana.

"A segurança é a nossa prioridade e, devido ao aumento das inundações, o terminal de Memphis da Exxon Mobil fechou suas instalações", disse o porta-voz Todd Spitler em um comunicado por e-mail.

"Os impactos para os clientes serão minimizados e o abastecimento alternativo será providenciado", disse Spitler. "Vamos reiniciar a instalação assim que for seguro."

Espera-se que a refinaria em Memphis da Valero Energy de 180 mil bpd continue operando, já que as enchentes que inundaram a área de St. Louis durante a semana passada devem se mover para o sul de Memphis, de acordo com a companhia.