January 4, 2016 / 3:25 PM / 2 years ago

Chuvas melhoram condição para lavouras de soja do Centro-Oeste nesta semana

3 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO (Reuters) - A semana deverá se chuvosa nas áreas produtoras de grãos do Centro-Oeste do Brasil e na região conhecida como Matopiba, que enfrentaram períodos de precipitações irregulares e provocaram preocupação no mercado no fim do ano passado, apontaram meteorologistas nesta segunda-feira.

"A chuva concentra-se sobre o centro e norte do Brasil provocando chuva de mais de 150 milímetros ao Vale do Araguaia, norte de Goiás, Tocantins, Bahia e sul do Maranhão e do Piauí", disse a Somar Meteorologia em um boletim nesta segunda-feira.

Para o sul e o norte de Mato Grosso, também há previsões de pancadas de chuva ou chuvas mais intensas ao longo de toda a semana, apontou a Somar.

"Áreas de instabilidade espalham muitas nuvens sobre o Centro-Oeste. Várias localidades já têm pancadas de chuva pela manhã e, entre a tarde e a noite, as chuvas serão mais generalizadas na Região. Há risco de chuva forte em todos os Estados e no Distrito Federal", disse a Climatempo.

Em Sorriso, no médio-norte de Mato Grosso, uma das principais regiões produtoras do Estado e uma das mais afetadas pelas chuvas irregulares dos últimos meses --uma decorrência do fenômeno El Niño-- há previsão de precipitações diariamente até sexta-feira, com volumes elevados de 27 e 33 milímetros na quarta e na quinta-feira, segundo a Climatempo.

No fim de dezembro, o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), ligado aos produtores rurais, disse que quase metade das lavouras de soja do Estado, principal produtor da oleaginosa no país, estavam em condições ruins ou péssimas devido às irregularidades de chuvas registradas desde o início da temporada.

O início da temporada também foi complicado para a fronteira agrícola formada por Maranhão, Tocantins, Piauí e oeste da Bahia (Matopiba), onde a falta de chuvas prejudicou o início do plantio.

Segundo a Climatempo, "o padrão de circulação atmosférica será diferente nesta semana".

"Chuvas fortes e volumosas são previstas para grande parte da região Nordeste. Volumes superiores a 100 mm são previstos para grande parte da Bahia e o sul do Piauí e do Maranhão", disse a empresa de meteorologia nesta segunda, em boletim agrícola semanal.

A Somar destacou que entre 9 e 13 de janeiro as chuvas perderão força no Norte e no Nordeste, ficando concentradas sobre as regiões Sul e Centro-Oeste.

As cotações da soja na bolsa de Chicago operavam em baixa nesta segunda-feira, pressionadas pela melhora do clima para as lavouras no Brasil e pela desaceleração da economia chinesa.

Em meados de dezembro, as cotações da oleaginosa chegaram a subir com o nervosismo causado pela falta de chuvas no Centro-Oeste.

Por Gustavo Bonato

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below