Produção de óleo e gás do Brasil cai em novembro por greve na Petrobras, diz ANP

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016 17:26 BRST
 

Por Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A produção de petróleo no Brasil em novembro foi a mais baixa em um ano, impactada pela greve dos funcionários da Petrobras, que interrompeu a produção em diversas plataformas, segundo boletim mensal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), publicado nesta segunda-feira.

Com a paralisação dos petroleiros, considerada a mais forte em 20 anos, o país extraiu em novembro 2,38 milhões de barris por dia (bpd), uma queda de 1,1 por cento ante o mês anterior e alta de 0,9 por cento em relação ao mesmo mês de 2014.

A produção de gás natural no país em novembro somou 94,2 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), queda de 3,5 por cento em relação a outubro e avanço de 2,7 por cento em comparação com o mesmo mês do ano anterior.

"A redução da produção em novembro com relação a outubro teve como principal causa as diversas interrupções de produção, em diferentes plataformas, devido à greve de funcionários da Petrobras, que durou aproximadamente 15 dias", disse a agência.

Já a produção nas áreas do pré-sal em novembro subiu, após dois meses consecutivos de queda, registrando 820,2 mil bpd de petróleo e 32,3 milhões de m³/d de gás natural, totalizando 1,023 milhão de barris de óleo equivalente por dia (boe/d), um alta de 1,7 por cento em relação ao mês anterior.