Ações asiáticas caem novamente com recuperação de curta duração na China

terça-feira, 5 de janeiro de 2016 07:28 BRST
 

Por Wayne Cole e Nichola Saminather

SYDNEY/CINGAPURA (Reuters) - As ações asiáticas fecharam em queda no pregão agitado nesta terça-feira, lideradas pelas ações chinesas, com os investidores permanecendo céticos sobre os movimentos de Pequim para restaurar a confiança do mercado na sequência do desastroso começo de ano.

Após o tombo de 7 por cento dos papéis chineses na segunda-feira, o índice de Xangai oscilou entre os territórios positivo e negativo antes de fechar com queda de 0,26 por cento.

Já o índice CSI300 das maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen encerrou as operações com alta de 0,28 por cento.

Ainda assim, a volatilidade pesou sobre o resto da região, e às 7h20 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 0,44 por cento, após breve presença no território positivo.

Uma certa paz recaiu sobre os mercados após o banco central da China injetar generosa liquidez nos mercados domésticos para manter os custos de empréstimo baixos.

Analistas disseram que o "circuit breaker" exacerbou as vendas nos mercados acionários chineses na segunda-feira, e muitos investidores estavam optando por fazer vendas preventivas a serem pegos de surpresa por qualquer queda repentina.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,42 por cento, a 18.374 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,65 por cento, a 21.188 pontos.   Continuação...