Colheita de café do Vietnã se aproxima do fim; exportação de janeiro pode subir

terça-feira, 5 de janeiro de 2016 11:22 BRST
 

HANÓI (Reuters) - A oferta de café no Vietnã, maior produtor global da variedade robusta, está elevada à medida que a colheita 2015/16 aproxima-se do encerramento, com uma expectativa de aumento das exportações em janeiro, disseram operadores nesta terça-feira.

O fluxo de café do Vietnã pode influenciar os preços globais, uma vez que o país do Sudeste Asiático responde por um quinto da produção global. Os grãos vietnamitas, mais amargos, são geralmente usados para fabricação de café solúvel, sendo negociados no mercado futuro na bolsa de Londres.

A colheita 2015/16 já foi finalizada nas províncias centrais de Dak Nong, Kon Tum e Gia Lai e está 95 por cento concluída em Daklak, maior província produtora. Em Lam Dong os trabalhos estão abaixo de 90 por cento encerrados, disseram operadores.

"A maior parte do café vietnamita já esteve nos pátios de secagem ou está sendo seca, e a colheita está praticamente encerrada", disse um operador de uma empresa estrangeira na cidade de Ho Chi Minh.

As exportações do país em janeiro deverão atingir entre 130 mil a 140 mil toneladas (2,17 milhões a 2,33 milhões de sacas), disseram operadores, ante uma estimativa de 130 mil toneladas em dezembro.

As exportações 2015/16 de café do Vietnã estão previstas para subir para 26,67 milhões de sacas, segundo um relatório de dezembro do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

(Por Ho Binh Minh)