Ações chinesas sobem, mas iuan no exterior atinge nova mínima

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016 07:31 BRST
 

XANGAI (Reuters) - As ações de blue chips chinesas terminaram com forte alta nesta quarta-feira após a mídia estatal dizer que a proibição de venda de ações pelos principais acionistas, aplicada para ajudar a deter uma forte queda do mercado no ano passado), continuará até que o governo publique novas regras.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,75 por cento, para 3.539 pontos. O índice de Xangai teve alta de 2,27 por cento, para 3.362 pontos.

A proibição deveria terminar no começo da próxima semana, mas após os mercados despencarem 7 por cento na segunda-feira, a Comissão Reguladora do Mercado Chinês disse que vai implementar uma nova política para administrar o ritmo de venda de ações, sem especificar quando a nova política estará pronta.

Os índices subiram apesar dos dados divulgados mais cedo que mostraram que o crescimento do setor de serviços da China desacelerou para o ritmo mais lento em 17 meses em dezembro, e que vieram dois dias depois dos números mostrando que a atividade industrial encolheu pelo 10º mês consecutivo.

A desaceleração econômica contribuiu para a fraqueza da moeda chinesa ao longo de 2015, que enfraqueceu novamente nesta quarta-feira após o banco central fixar inesperadamente a taxa de ponto médio a 6,5314 por dólar antes da abertura do mercado, mais fraco ainda do que a cotação de fechamento do dia anterior de 6,5157 por dólar.

(Reportagem de Samuel Shen e Pete Sweeney)