Índice europeu de ações atinge mínima em três semanas por preocupações com China

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016 15:52 BRST
 

Por Alistair Smout e Atul Prakash

LONDRES (Reuters) - O principal índice europeu de ações atingiu a mínima em três semanas nesta quarta-feira, pressionado pela fraqueza no setor de commodities com o ressurgimento de preocupações com a economia chinesa após o país permitir o enfraquecimento maior do iuan e por dados fracos do setor de serviços.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em queda de 1,27 por cento, aos 1.392 pontos, após cair a 1.382 pontos, o menor patamar desde meados de dezembro.

As baixas foram disseminadas, com todos os setores do STOXX 600 em território negativo. No entanto, o índice de matérias-primas, que inclui mineradoras, caiu 3,3 por cento e teve a maior queda setorial.

Ações de American, BHP Billiton, Glencore e Rio Tinto caíram entre 2,7 por cento e 4,9 por cento.

Os papéis de mineradoras foram pressionados após o banco central chinês definir uma taxa referencial do iuan mais fraca, levando a preocupações de que a economia do maior consumidor de metais do mundo pode estar em condições piores do que o previsto anteriormente.

Uma pesquisa mostrou ainda que o setor de serviços da China teve a menor expansão em 17 meses em dezembro, após os fracos dados do setor industrial, que também assustaram os mercados mundiais.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 1,04 por cento, a 6.073 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,93 por cento, a 10.214 pontos.   Continuação...