Confiança na economia da zona do euro melhora, com queda do desemprego

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016 08:52 BRST
 

BRUXELAS (Reuters) - A confiança econômica da zona do euro melhorou inesperadamente em dezembro, com o desemprego dando continuidade ao declínio visto no mês anterior, mostraram dados da agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, e da Comissão Europeia.

A pesquisa mensal da Comissão mostrou nesta quinta-feira que a confiança econômica da zona do euro melhorou para 106,8 pontos em dezembro, de 106,1 pontos em novembro. Economistas consultados pela Reuters não esperavam mudança.

A confiança do consumidor subiu para -5,7, de -5,9.

Separadamente, a Eurostat informou que o desemprego da zona do euro caiu a seu menor nível em mais de quatro anos em novembro, para 10,5 por cento da força de trabalho, ante o número revisado de 10,6 por cento em outubro. Esse foi o terceiro mês seguido de queda.

Comparado com um ano antes, a taxa caiu em todos os países exceto na Áustria e Finlândia. As maiores quedas foram na Espanha, para 21,4 por cento de 23,7 por cento, e Itália, para 11,3 por cento de 13,1 por cento.

Mas em contraste, as condições e a perspectiva para os varejistas não foram tão boas.

Dados da Eurostat mostraram que as vendas no varejo caíram 0,3 por cento em novembro em comparação com o mês anterior, após uma queda revisada de 0,2 por cento em outubro e de recuo de 0,1 em setembro.

Economistas consultados pela Reuters esperavam alta mensal de 0,2 por cento nas vendas.

(Reportagem por Jan Strupczewski e Phil Blenkinsop)