Ações chinesas sobem após suspensão de mecanismo de "circuit breaker"

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 07:38 BRST
 

Por Lu Jianxin e Pete Sweeney

XANGAI (Reuters) - Os principais índices acionários da China recuperaram algum terreno nesta sexta-feira após Pequim suspender o mecanismo de "circuit breaker" que paralisou as operações duas vezes nesta semana, sendo considerado culpado pela exacerbação das vendas generalizadas do mercado que deveria limitar.

Com o "circuit breaker" do mercado acionário desativado na quinta-feira, o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 2,04 por cento, para 3.361 pontos. O índice de Xangai teve alta 1,98 por cento, para 3.186 pontos.

O banco central da China também elevou a taxa referencial do iuan pela primeira vez em nove dias de operações, após permitir que a moeda tivesse sua maior queda em cinco meses na quinta-feira, tendo repercussões nas moedas regionais e nos mercados acionários globais uma vez que os investidores temiam que isso fosse levar a desvalorizações competitivas.

Os mercados chineses têm tido um início de 2016 turbulento, afetados pelas determinações do banco central de enfraquecer o iuan contra o dólar, dois dias de suspensão das operações acionárias, pesquisas fracas dos setores de indústria e serviços, e preocupações sobre uma ameaçadora venda de ações por acionistas principais quando a proibição para tais vendas acabasse.

O CSI300 perdeu cerca de 12 por cento nos primeiros quatro dias de operações de 2016, devolvendo todos os ganhos feitos em 2015.

"O mercado voltou ao normal", disse o analista do Kaiyuan Securities Tian Weidong. "Os investidores podem comprar e vender como quiserem. Com o mecanismo de 'circuito breaker', o mercado estava sufocado."

(Reportagem adicional de Kevin Yao, Lisa Jucca, Kim Coghill e Samuel Shen)