Regulador da China ordena que alguns bancos limitem compras de dólares, dizem fontes

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 08:34 BRST
 

XANGAI/HONG KONG (Reuters) - O regulador do mercado cambial da China ordenou que os bancos em alguns dos principais centros de importação e exportação do país limitem as compras de dólares neste mês, em uma tentativa de conter a saída de capital, disseram nesta sexta-feira fontes com conhecimento do assunto.

A medida foi tomada no momento em que a China divulgou queda anual recorde de suas reservas internacionais em 2015, enquanto o banco central permitiu que o iuan caísse para mínimas de vários anos, levantando temores de mais fuga de capital e deixando os mercados globais em pânico.

Todos os bancos em certos centros de negociações, incluindo Shenzhen, receberam a ordem do regulador recentemente, disseram as fontes. Elas pediram para não ser identificadas porque não têm permissão de falar com a imprensa.

"Isso terá algum impacto, porque é uma forma de controle, mas no momento o limite não parece muito restritivo. Então, a menos que eles prorroguem o período do limite, não deve mudar os volumes ao longo de todo o ano", disse um funcionário sênior no departamento de câmbio de um banco estrangeiro.

"É só para parar com compras motivadas por pânico neste mês", completou.

O volume total de dólares vendidos a clientes em janeiro para um banco em um desses centros não pode superar o volume vendido em dezembro, de acordo com as fontes.

Autoridades do órgão regulador não responderam imediatamente aos pedidos para comentar.