Resumo de debate mostra otimismo de membros do BC japonês com preços em dezembro

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 09:18 BRST
 

Por Leika Kihara

TÓQUIO (Reuters) - Autoridades do banco central do Japão estavam otimistas com a perspectiva de preços mais altos e alguns duvidavam da necessidade de fazer um ajuste fino no grande programa de estímulos do banco, mostrou um resumo do debate de sua reunião de dezembro, sugerindo que muitos não são favoráveis a afrouxar a política monetária em breve.

A visão otimista da economia na reunião de dezembro pode enterrar as expectativas do mercado de que o Banco do Japão pode expandir os estímulos ainda este mês.

O banco central embarcou em seu programa de estímulos em 2013 em uma tentativa de empurrar a economia para fora da deflação.

Ainda assim, em um sinal de ansiedade de que a queda dos preços do petróleo esteja pesando sobre a inflação, um dos nove membros do Conselho disse que o programa de estímulos do banco pode ser mantido por mais tempo do que inicialmente esperado, ainda segundo o resumo dos debates, divulgado nesta sexta-feira.

"Há alguns sinais de fraqueza das expectativas da inflação, mas elas são amplamente temporárias e refletem o efeito das quedas do preço do petróleo. Não há mudança na tendência (do preço)", disse um membro da diretoria, em uma visão que ecoou entre outros membros.

Na reunião de dezembro, o banco manteve sua meta de base monetária --seu principal objetivo de política monetária-- mas reorganizou sues estímulos para avançar com os planos do primeiro-ministro, Shinzo Abe, de incentivar as companhias reticentes a aumentar os salários e os gastos de capital.