Petroleira Saudi Aramco confirma que estuda abrir capital

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 19:02 BRST
 

DUBAI (Reuters) - A gigante petroleira estatal da Arábia Saudita Saudi Aramco confirmou nesta sexta-feira que está estudando várias opções para listar ações da companhia no mercado de capitais.

As opções incluem a listagem "de um percentual adequado das ações da empresa e/ou a listagem de um pacote de suas subsidiárias da área de refino", disse a empresa, em um comunicado.

O vice-príncipe herdeiro Mohammed bin Salman afirmou à revista The Economist, em entrevista publicada na quinta-feira, que o governo saudita estava considerando a possibilidade de vender ações em Aramco como parte de uma privatização para arrecadar dinheiro em uma era do petróleo barato.

A Aramco é a maior petroleira do mundo, com reservas de cerca de 265 bilhões de barris de petróleo, mais de 15 por cento de todos os depósitos globais de petróleo. Se realmente acontecer, a empresa poderá tornar-se a primeira companhia listada com valor de 1 trilhão de dólares ou mais, estimam os analistas.

A Aramco disse que, uma vez que o estudo das opções seja concluído, os resultados seriam apresentados ao Conselho de Administração da companhia, que por sua vez poderá fazer uma recomendação ao Conselho Supremo da Saudi Aramco sobre o tema.

Salman não disse como uma grande participação do governo na Aramco poderia ser vendida. A empresa produz mais de 10 milhões de barris de petróleo por dia, três vezes mais do que a maior petroleira listada do mundo, a ExxonMobil.

(Por Yara Bayoumy)