Dólar anula perdas e fecha a R$3,2045, em alta de 0,72%

sexta-feira, 14 de outubro de 2016 17:42 BRT
 

Por Claudia Violante

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou em alta ante o real nesta sexta-feira, puxado por fluxo comprador por parte de investidores, sobretudo estrangeiros, que aproveitaram os preços atrativos após a moeda norte-americana a ser negociada a 3,16 reais pela manhã.

O dólar fechou em alta de 0,72 por cento, a 3,2045 reais na venda. Na mínima da sessão, a moeda norte-americana marcou 3,1645 reais. Na semana, a moeda norte-americana acumulou queda de 0,38 por cento.

"Empresas aproveitaram os preços baixos e compraram para honrar compromissos no exterior", comentou o gerente de câmbio da corretora Fair, Mário Battistel.

Operações de day-trade também ajudaram a pressionar a moeda, tirando o dólar da trajetória de queda da primeira etapa do pregão.

"Algumas Tesourarias de bancos estão fazendo operações intradia, vendendo moeda a um preço mais elevado e aproveitando para recomprar quando chegam num preço mais baixo", explicou pela manhã o diretor da Fourtrade Corretora, Luiz Carlos Baldan.

Os estrangeiros se destacaram nas compras, principalmente no período da tarde, e impediram a divisa norte-americana de retomar a trajetória de baixa, embora o dólar tenha reduzido pontualmente a alta ante o real com a fala da chair do Federal Reserve, Janet Yellen.

Entre outras coisas, ela disse que política de alta pressão pode ser necessária para total recuperação da economia norte-americana da crise e que mais estudos são necessários sobre como as condições do mercado de trabalho afetam inflação.

"De manhã, o presidente do Fed de Boston (Eric Rosengren) defendeu alta dos juros em dezembro. Agora, a Yellen sinaliza que não sabe se é bom momento de decidir isso", comentou o diretor de mesa de câmbio da Multi-Money, Durval Correa.   Continuação...