Chile e Argentina iniciam processo para licitação de túnel binacional de U$1,5 bi

segunda-feira, 17 de outubro de 2016 09:16 BRST
 

SANTIAGO (Reuters) - Os governos de Chile e Argentina irão iniciar nesta segunda-feira o processo de licitação internacional para a construção de um grande túnel através da Cordilheira dos Andes, um dos maiores projetos de integração binacional da América do Sul.

Autoridades dos dois países realizarão, em uma cerimônia em Santiago, a convocação de pré-qualificação de empresas para o projeto e a construção da obra de cerca de 1,5 bilhão de dólares, que unirá a região chilena de Coquimbo e a província argentina de San Juan.

O túnel Água Negra, que terá 14 quilômetros de extensão, deve se transformar em um corredor bioceânico central, já que também permitirá a conexão com Porto Alegre, uma das zonas mais industrializadas do Brasil.

Autoridades chilenas têm estimado que a obra, que leva em conta os estudos de engenharia, expropriações territoriais e construção, pode estar concluída em um prazo de oito a dez anos.

Entre as principais vantagens do túnel internacional está que ele será construído em uma altura inferior à da atual passagem fronteiriça da zona, o que garantirá seu funcionamento o ano inteiro, apesar das intensas nevascas do inverno austral, que muitas vezes impedem a passagem de veículos.

(Por Antonio de la Jara)