Produção de petróleo da Petrobras no país sobe 8,8% em setembro e tem recorde

segunda-feira, 17 de outubro de 2016 10:45 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A produção média de petróleo da Petrobras no Brasil atingiu 2,24 milhões de barris/dia (bpd) em setembro, crescimento de 8,8 por cento ante o mesmo período do ano passado, atingindo um novo recorde histórico impulsionado pela extração no pré-sal, informou a empresa nesta segunda-feira.

O volume produzido no país, que responde pela maior parte da extração da estatal, superou ligeiramente a melhor marca mensal anterior, registrada em agosto, de 2,22 milhões de barris/dia. Ficou também acima da meta diária projetada para o ano, de 2,145 milhões de barris.

A produção total, incluindo gás e petróleo, no Brasil e no exterior, atingiu 2,88 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), crescimento de 1,4 por cento na comparação com agosto.

Do total produzido, a extração no Brasil atingiu 2,75 milhões boed, um novo recorde mensal, superando os 2,72 milhões boed do mês de agosto de 2016.

A produção de petróleo e gás natural operada pela Petrobras (parcela própria e dos parceiros) na camada pré-sal também bateu novo recorde mensal em setembro, somando 1,46 milhão de barris de óleo equivalente por dia (boed), alta de 7,3 por cento em relação ao mês anterior.

"Esse resultado se deve, principalmente, ao crescimento da produção dos campos de Lula e Sapinhoá, ambos na Bacia de Santos", afirmou.

A estatal, que detém a maior parte da produção no pré-sal, não informou separadamente apenas a sua própria extração nessa região.

A Petrobras informou ainda que a produção de gás natural no Brasil, excluído o volume liquefeito, foi de 81,2 milhões de metros cúbicos/dia, 2,2 por cento acima do mês anterior, também nova marca histórica.

(Por Roberto Samora)

 
Trabalhador pinta tanque da Petrobras em Brasília, Brasil
30/09/2015 REUTERS/Ueslei Marcelino/File Photo