Explosões em maior complexo de produtos químicos do mundo deixa feridos e desaparecidos na Alemanha

segunda-feira, 17 de outubro de 2016 11:33 BRST
 

FRANKFURT (Reuters) - Diversas pessoas ficaram feridas e algumas estão desaparecidas depois que explosões atingiram duas fábricas de produtos químicos da Basf na Alemanha nesta segunda-feira. Os incidentes forçaram a empresa a parar algumas áreas de produção.

A BASF informou que houve uma explosão e incêndio durante trabalho em tubulações na área portuária do complexo de Ludwigshafen, onde fica a sede da companhia.

A instalação de Ludwigshafen, a cerca de 80 quilômetros de Frankfurt, é o maior complexo de produtos químico do mundo, cobrindo uma área de 10 quilômetros quadrados e empregando 39 mil pessoas, de acordo com a Basf.

Diversas pessoas ficaram feridas e algumas ainda estão desaparecidas, informou a companhia em comunicado. A Basf investiga a causa das explosões e está fechando duas unidades de craqueamento a vapor, grandes instalações que produzem importantes insumos químicos básicos, assim como outras unidades.

A cidade de Ludwigshafen alertou moradores de áreas próximas para evitarem saírem nas ruas e para manter janelas e portas fechadas.

Imagens da imprensa local mostram fogo e uma grossa coluna de fumaça preta sendo emanada da área, um terminal de produtos combustíveis como nafta e metanol, que são importantes matérias-primas da Basf.

Separadamente, quatro pessoas ficaram feridas em uma explosão de gás da Basf em Lampertheim. A companhia afirmou que também está investigando a causa dessa explosão, que também ocorreu nesta segunda-feira. A empresa desativou a instalação de Lampertheim, que produz aditivos para plásticos.

(Por Jans Hack e Maria Sheahan)

 
Incêndio e fumaça vistos em fábrica da BASF na Alemanha.    17/10/2016         REUTERS/Ralph Orlowski