Bovespa sobe 1,5% e fecha no maior patamar desde janeiro de 2013

segunda-feira, 17 de outubro de 2016 19:06 BRST
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista fechou nesta segunda-feira no nível mais alto desde janeiro de 2013, em meio ao bom humor com as perspectivas para o cenário doméstico, em sessão marcada na primeira etapa pelo exercício de opções sobre ações.

O Ibovespa subiu 1,5 por cento, a 62.696 pontos, maior nível de fechamento desde 3 de janeiro de 2013 (63.312 pontos).

O giro financeiro somou 11,8 bilhões de reais, sendo inflado pelo exercício de opções sobre ações, que somou 3,81 bilhões de reais.

O bom humor no mercado local tem permeado as negociações ao longo das últimas sessões, e vem na esteira das expectativas positivas no campo político, com o avanço de medidas econômicas no Congresso Nacional. Desde o início do mês, o Ibovespa caiu em apenas dois pregões e já acumula alta de 7,4 por cento no período.

"O governo (do presidente Michel) Temer tem mostrado força e, apesar do cenário político bastante conturbado nos últimos meses, tem conseguido manter o cenário otimista recentemente", disse o analista da Guide Investimentos Rafael Ohmachi, acrescentando que o bom humor com a cena política tem ajudado a impulsionar as ações de empresas estatais. Nesta sessão, Banco do Brasil e Petrobras registraram as maiores altas do índice.

As atenções no front local se voltaram ainda para a reunião de política monetária do Banco Central que define o rumo da Selic na quarta-feira. O relatório Focus do BC mostrou que economistas de instituições financeiras veem corte de 0,25 ponto percentual neste encontro, enquanto passaram a ver corte maior em novembro, encerrando o ano em 13,50 por cento.

A primeira sessão da semana também marcou a estréia do pregão ampliado em uma hora devido ao horário de verão.

  Continuação...