Ibovespa sobe 1% impulsionado por bancos e acumula alta de 11% em outubro

segunda-feira, 31 de outubro de 2016 19:07 BRST
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa fechou em alta nesta segunda-feira e engatou o quinto mês seguido de ganhos, na maior sequência de altas desde 2003, com o movimento nesta sessão impulsionado pelo setor bancário após o resultado trimestral do Itaú Unibanco.

O Ibovespa subiu 0,96 por cento, para 64.924 pontos, renovando a máxima de fechamento desde 2 de abril de 2012 (65.216 pontos). No melhor momento do pregão, o índice subiu mais de 1 por cento e atingiu os 65 mil pontos no intradia pela primeira vez desde 3 de abril de 2012.

Em outubro, o índice acumulou ganho de 11,2 por cento, com os ganhos chegando a 49,8 por cento no ano.

O volume financeiro deste pregão somou 8,5 bilhões de reais, abaixo da média diária para o mês, de 8,8 bilhões de reais.

O bom humor no mercado acionário ao longo deste mês veio na esteira do otimismo com a cena política e com o avanço de medidas econômicas no Congresso Nacional.

Para operadores, a manutenção desse viés otimista ao longo de novembro vai depender ainda dos resultados corporativos aguardados para o início do mês, além de fatores externos.

"O cenário de novembro vai depender basicamente dos resultados (das empresas), das eleições e da política de juros nos Estados Unidos e também de como vai ser atuação do governo brasileiro", disse o gerente de renda variável da H.Commcor, Ari Santos.

No exterior, as preocupações com as eleições norte-americanas voltaram à tona após o FBI informar na sexta-feira que revisará emails relacionados a uso de servidor pessoal de Hillary Clinton, a poucos dias do pleito, por receios de que o acontecimento pode dar algum fôlego ao republicano Donald Trump.   Continuação...