Smiles espera crescer em 2017 mantendo preços estáveis sobre o 4ºtri deste ano

terça-feira, 1 de novembro de 2016 12:03 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A empresa de redes de fidelidade de clientes Smiles avalia que poderá seguir crescendo no próximo ano tendo como base os preços cobrados no quarto trimestre deste ano, em meio à entrada no mercado da rival Livelo, controlada pelo Banco do Brasil e Bradesco.

O presidente da companhia, Leonel Dias de Andrade Neto, afirmou em teleconferência com analistas que os preços nos três últimos meses deste ano podem ter leve queda, mas que a Smiles vai manter a política centrada em margem de lucro ante expansão da receita.

"A entrada da Livelo vai afetar todo o mercado, mas vamos continuar crescendo (...) não mudaremos política em que a margem é mais importante", disse o executivo. Ele acrescentou que outubro foi "muito forte, tanto em acúmulo (de pontos) quanto em resgate".

A Smiles teve lucro líquido de 144,7 milhões de reais no terceiro trimestre, alta de 47 por cento sobre o resultado obtido no mesmo período do ano passado.

(Por Alberto Alerigi Jr.)