China vende 1º lote de reservas estatais de açúcar com ágio

terça-feira, 1 de novembro de 2016 12:29 BRST
 

PEQUIM (Reuters) - A China vendeu na sexta-feira seu primeiro lote de açúcar de estoques estatais em cinco ano com um prêmio de 15 por cento sobre o preço mínimo estabelecido pelo governo, devido a uma forte demanda dos compradores, disseram duas fontes que participaram do leilão.

Os preços ficaram acima do esperado por agentes do mercado, com fabricantes de alimentos realizando compras de reservas estatais devido a uma queda na produção doméstica do maior consumidor global de açúcar, disseram analistas.

O Centro de Gestão de Vendas de Reservas da China disse em um comunicado em seu site na sexta-feira que vendeu todas as 200 mil toneladas de açúcar branco que colocou em oferta, mas um representante do centro não quis confirmar os preços.

As duas fontes disseram que os preços do leilão ficaram na média de 6.900 iuanes (1.018 dólares) por tonelada.

O diretor comercial da processadora e trading de açúcar Shangdong Xingguang Sugar, Li Yongling, disse que sua empresa comprou cerca de 10 mil toneladas a uma média de 6.900 iuanes no leilão, acrescentando que adquiriu apenas o necessário para abastecer clientes.

"Nós não compramos muito desta vez porque os preços estavam elevados", disse ele à Reuters nesta terça-feira.

Uma segunda fonte, que pediu anonimato, também disse que comprou açúcar pelo mesmo valor.

As vendas foram de apenas uma pequena fatia das reservas estatais, estimadas em cerca de 7 milhões de toneladas, ou cerca de um ano de importações do país.

Os preços ficaram acima dos 6.100 iuanes pagos pelo governo três anos atrás em sua última aquisição para estoques estatais.

(Por Hallie Gu e Josephine Mason)