Preços fecharam em queda após mínima de 1 mês, antes de dados de estoques nos EUA

terça-feira, 1 de novembro de 2016 18:27 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo fecharam em queda nesta terça-feira após tocarem mínimas de um mês antes de dados que devem mostrar um crescimento nos estoques de petróleo dos Estados Unidos e por novas dúvidas sobre se a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) vai dar sequência aos cortes de produção propostos.

O grupo industrial Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês) iria informar os números semanais de estoques de petróleo dos Estados Unidos às 18h30 (horário de Brasília), antes dos dados oficiais de estoque que serão divulgados pelo governo na quarta-feira.

A expectativa de analistas é que os estoques tenham crescido em 1 milhão de barris na última semana após declínios fora de temporada em sete das últimas oito semanas.

O petróleo Brent encerrou em queda de 0,47 dólar, ou 1 por cento, a 48,14 dólares por barril. A mínima da sessão foi de 47,72 dólares, o menor nível desde 28 de setembro.

O petróleo dos EUA caiu 0,19 dólar, ou 0,4 por cento, e encerrou a 46,67 dólares por barril, após uma mínima de um mês a 46,20 dólares.

Os preços do petróleo subiram mais cedo na sessão, conforme o dólar recuava, tornando o petróleo negociado na moeda norte-americana mais barato para usuários de outras moedas.

O petróleo também foi ajudado inicialmente por um rali na gasolina depois que o Colonial fechou seu principal oleoduto de gasolina após uma explosão no Alabama.

(Por Barani Krishnan; reportagem adicional de Amanda Cooper e Aaron Sheldrick)