Itaúsa entra na disputa pela BR Distribuidora

terça-feira, 1 de novembro de 2016 19:38 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Itaúsa informou nesta terça-feira que, em conjunto com a Brasil Warrant Administração de Bens e Empresas e com a Cambuhy Investimentos, ingressou formalmente na concorrência por compra de participação BR Distribuidora, subsidiária de postos de combustíveis da Petrobras.

Holding do Itaú que reúne participações industriais, a Itaúsa informou em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que até agora não houve qualquer oferta ou contrato com a Petrobras sobre o assunto.

Em meados de outubro, a Petrobras informou que havia distribuído até aquele momento mais de 90 prospectos de venda de participação na BR Distribuidora para potenciais parceiros, após iniciar a oferta do ativo a investidores com a nova modelagem, que permite o compartilhamento de controle na subsidiária de combustíveis. No atual modelo de venda da BR, formalmente conhecida como Petrobras Distribuidora, haverá uma estrutura societária que envolverá as classes de ações ordinárias e preferenciais, de forma que a Petrobras permaneça majoritária no capital total, mas com uma participação de 49 por cento no capital votante. A Petrobras prevê desinvestimentos de 34,6 bilhões de dólares entre 2015 e 2018, como forma de reduzir seu endividamento. A BR é um dos principais ativos nesse processo. Além da Itaúsa, outros grupos como a rede varejista Lojas Americanas também manifestaram interesse em participar do processo de aquisição de participação societária na BR Distribuidora.

No início do mês passado, a Itaúsa havia afirmado, ao ser questionada após reportagem da Bloomberg sobre o interesse na BR, que não havia qualquer decisão de investimento a ser comunicada ao mercado.

(Por Aluisio Alves)