Bolsas da Ásia fecham em queda com apreensão sobre corrida presidencial nos EUA

quarta-feira, 2 de novembro de 2016 10:30 BRST
 

Por Hideyuki Sano

TÓQUIO (Reuters) - As bolsas na Ásia fecharam em queda nesta quarta-feira, com o investidores incomodados por sinais de que a disputa na eleição presidencial nos Estados Unidos estava se acirrando a poucos dias da votação em 8 de novembro.

Agentes financeiros estavam começando a repensar suas apostas de longa data na vitória da candidata democrata Hillary Clinton, em meio a sinais de que seu rival republicano Donald Trump poderia estar reduzindo a distância, migrando recursos de aplicações mais arriscadas para ativos mais seguros, como o franco suíço e o ouro.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caiu 1,2 por cento, para a mínima em sete semanas, enquanto o japonês Nikkei recuou 1,8 por cento.

A ansiedade de investidores se aprofundou em sessões recentes dinate de uma possível vitória de Trump dada a incerteza sobre a postura do candidato republicano em questões relevantes, incluindo política externa, relações comerciais e imigrantes, enquanto Clinton é vista como um candidato do status quo.

"Tudo está ficando sobre as eleições dos EUA. Os mercados estão tentando avaliar a atmosfera de mudança", disse o estrategista-chefe global da Daiwa Securities, Hirokazu Kabeya.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei caiu 1,76 por cento, a 17.134 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG cedeu 1,45 por cento, a 22.810 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,62 por cento, a 3.102 pontos.   Continuação...