Índice de Wall Street S&P 500 fecha em queda pela sétima sessão seguida

quarta-feira, 2 de novembro de 2016 18:54 BRST
 

Por Lewis Krauskopf

(Reuters) - O S&P 500 fechou em queda nesta quarta-feira pela sétima sessão consecutiva, a mais longa série negativa em cinco anos, depois que o Federal Reserve indicou que pode aumentar a taxa de juros em dezembro e em meio à permanência das nuvens sobre os mercados devido às incertezas sobre a eleição presidencial dos Estados Unidos.

O índice Dow Jones .DJI caiu 0,43 por cento para 17.959,64, enquanto o S&P 500 .SPX recuou 0,65 por cento, para 2.097,94 e o Nasdaq Composite .IXIC perdeu 0,93 por cento, para 5.105,57.

O S&P 500 fechou abaixo de 2.100 pela primeira vez desde 7 de julho.

O Fed, banco central norte-americano, manteve a taxa de juros nesta quarta, mas disse que a economia dos EUA ganhou força e a criação de empregos permaneceu sólida, demonstrando mais otimismo com relação à caminhada da inflação rumo à meta de 2 por cento.

A decisão foi em linha com as expectativas dos investidores, que já tinham desconsiderado uma alta nesta reunião mas que estão preparados em grande parte para uma elevação em dezembro.

Essa foi a última decisão do Fed antes da eleição presidencial da semana que vem entre a democrata Hillary Clinton e o republicano Donald Trump, uma disputa que tem abalado os mercados à medida que se torna cada vez mais acirrada.

"Com a reunião do Fed, basicamente eles só posicionaram para uma alta em dezembro, então não houve nada de anormal... O mercado neste momento está mais voltado para as eleições e qualquer indicador técnico", disse Alan Lancz, presidente da companhia de investimentos Alan B. Lancz & Associates.

(Reportagem adicional de Rodrigo Campos e Chuck Mikolajczak, em Nova York, e Tanya Agrawal em Bengalore)