BC britânico mantém taxa de juros após Brexit afetar a libra e vê 2017 mais forte

quinta-feira, 3 de novembro de 2016 10:14 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O banco central britânico Inglaterra descartou nesta quinta-feira os planos de cortar a taxa de juros e disse que pode mover-se em qualquer direção ao elevar suas previsões para o crescimento e a inflação em 2017 após a queda da libra diante da decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia.

O Banco da Inglaterra, que sofreu fortes críticas por sua taxa muito perto de zero, ajustou sua visão sobre quando a economia britânica sentirá o impacto da decisão da votação de junho para deixar a UE.

(Por David Milliken e William Schomberg)