Índices ficam praticamente estáveis após decisão sobre o Brexit

quinta-feira, 3 de novembro de 2016 16:30 BRST
 

(Reuters) - As ações europeias encerraram esta quinta-feira praticamente estáveis, deixando de lado os ganhos iniciais, uma vez que a Corte de Londres dificultou o processo de Brexit, aumentando o valor da libra e colocando as ações blue chips inglesas no nível mais baixo em cinco semanas.

O índice FTSEurofirst 300 das principais ações europeias recuou 0,13 por cento, a 1.306 pontos. O índice STOXX 600 encerrou praticamente estável, com leve alta de 0,01 por cento, após oito sessões de perdas --a maior série de quedas consecutivas em mais de dois anos.

O principal índice britânico de ações foi prejudicado pelas empresas internacionalmente expostas, incluindo a Diageo, que se beneficiou da fraqueza da libra desde que o Reino Unido votou para deixar a União Europeia em junho.

A libra subiu para o nível mais alto em quase quatro semanas depois de Alta Corte da Inglaterra determinar que o governo precisa da aprovação do parlamento para desencadear o processo de Brexit, e com o Banco da Inglaterra se afastando de cortar a taxas de juros.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,80 por cento, a 6.790 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,43 por cento, a 10.325 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,07 por cento, a 4.411 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,33 por cento, a 16.419 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,07 por cento, a 8.879 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,18 por cento, a 4.539 pontos.