GPA avaliará opções estratégicas para Via Varejo

quinta-feira, 3 de novembro de 2016 20:16 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O conselho de administração do Grupo Pão de Açúcar autorizou a diretoria a avaliar alternativas estratégicas envolvendo o investimento na Via Varejo, de acordo com ata da reunião do colegiado nesta quinta-feira.

Segundo o documento, iniciativa está alinhada com a estratégia de continuar "priorizando o desenvolvimento do negócio alimentar, principal atividade da CBD".

A Via Varejo atua no mercado de eletroeletrônicos e móveis, com as marcas Casas Bahia e Pontofrio, e tem pressionado os resultados do GPA, o maior varejista do país, controlado pela francesa Casino.

No terceiro trimestre, a Via Varejo teve prejuízo de 90 milhões de reais, quase duas vezes maior que no mesmo período de 2015, enquanto a receita ficou quase estável.

Em fato relevante separado, o GPA disse que "não estabeleceu um cronograma para concluir o processo e não fará comentários adicionais até que haja uma nova deliberação sobre o tema pelos seus órgãos societários competentes."

O GPA controla a Via Varejo com 62,6 por cento das ações votantes, segundo o site da empresa. Na sequência, a família Klein tem com 17,9 por cento. Minoritários detêm o restante.

Nesta quinta-feira, as units da Via Varejo fecharam em alta de 3,25 por cento. No ano, acumulam alta de 172 por cento. As ações preferencias do GPA recuaram 1,68 por cento.

No fim de outubro, o GPA anunciou reorganização societária para integrar os negócios de comércio eletrônico da Cnova Brasil aos da Via Varejo, que passou a comandar o comércio eletrônico das bandeiras Casas Bahia, Ponto Frio e Extra.

(Por Paula Arend Laier)