Dólar sobe ante o real à espera de dados sobre emprego nos EUA

sexta-feira, 4 de novembro de 2016 09:55 BRST
 

Por Claudia violante

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar subia ante o real na manhã desta sexta-feira, em meio à cautela antes da divulgação dos dados de emprego dos Estados Unidos e à apreensão pelas eleições presidenciais no país na próxima semana.

Às 9:51, o dólar avançava 0,34 por cento, a 3,2471 reais na venda, depois de ter recuado 0,16 por cento no pregão passado. O dólar futuro tinha alta de cerca de 0,25 por cento.

"Hoje o viés é de cautela... O resultado das eleições pode azedar tudo, daí a apreensão do mercado", comentou o profissional da mesa de câmbio de uma corretora nacional.

Às 10h30 (horário de Brasília), serão divulgados os dados de criação de vagas no mercado de trabalho norte-americano, exceto o setor agrícola, e a previsão é de que os empregadores provavelmente intensificaram as contratações em outubro e aumentaram os salários dos trabalhadores, o que pode efetivamente definir o aumento da taxa de juros em dezembro pelo Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos.

Ao elevar os juros, o Fed aumenta a atratividade do país e pode levar investidores a retirarem recursos de países emergentes como o Brasil, o que pressionaria o câmbio local.

O mercado também adotava cautela diante da proximidade das eleições nos Estados Unidos. A corrida pela Casa Branca se acirrou significativamente na última semana, à medida que diversos Estados decisivos que o republicano Donald Trump precisa ganhar deixaram de apoiar claramente a democrata Hillary Clinton, de acordo com pesquisa do projeto Estados da Nação, da Reuters/Ipsos.

Outro levantamento divulgado mais cedo mostrou que Hillary liderava a disputa por três pontos percentuais, segundo pesquisa Washington Post-ABC.

O Banco Central vendeu nesta manhã o lote integral de até 5 mil contratos de swap cambial reverso, equivalente à compra futura de moeda.