Sauditas ameaçam elevar produção de petróleo novamente em meio a disputas com Irã

sexta-feira, 4 de novembro de 2016 11:20 BRST
 

DUBAI/LONDRES (Reuters) - Antigas disputas entre a Arábia Saudita e seu rival Irã ressurgiram em um encontro de especialistas da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) na semana passada, com Riad ameaçando elevar a produção fortemente para derrubar os preços se Teerã se recusar a limitar sua oferta, afirmaram fontes na Opep.

As tensões entre os dois pesos-pesados da Opep se tornaram frequentes nos últimos anos, mas diminuíram nos últimos meses, depois que a Arábia Saudita concordou em apoiar um pacto global para limitar a oferta, aumentando assim a perspectiva de que a Opep tomaria medidas para aumentar os preços do petróleo.

Mas na reunião de especialistas da Opep, planejada para elaborar detalhes sobre os cortes para a próxima reunião ministerial da Opep no dia 30 de novembro, os sauditas e iranianos se chocaram novamente, de acordo com quatro fontes da Opep que estiveram presentes na reunião e falaram à Reuters sob condição de anonimato.

"Os sauditas ameaçaram elevar sua produção para 11 milhões de barris por dia e até 12 milhões de bpd, reduzindo os preços do petróleo, e a retirarem-se da reunião", disse à Reuters uma fonte da Opep que assistiu à reunião.

A Opep recusou-se a comentar as discussões durante as reuniões a portas fechadas na semana passada e os delegados da Arábia Saudita e do Irã também negaram comentários oficiais.

(Por Rania El Gamal e Alex Lawler)