LafargeHolcim vê com otimismo perspectivas para mercado de construção nos EUA

sexta-feira, 4 de novembro de 2016 11:29 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - A LafargeHolcim, maior fabricante de cimento do mundo, está otimista quanto às perspectivas para o mercado de construção nos Estados Unidos, após ter minimizado o impacto da redução das vendas no terceiro trimestre com corte de custos reajustes de preço.

Apesar do declínio de 5 por vento do volume de cimento negociado nos EUA, a gigante suíça prevê retomada do crescimento no setor, independentemente do resultado das eleições presidenciais no país.

Mercado importante para LafargeHolcim, os EUA responderam por cerca de 11 por cento do lucro da empresa em 2015, segundo estimativas de analistas da Bernstein.

O presidente da companhia, Eric Olsen, atribui o recente enfraquecimento dos negócios de construção no país ao clima desfavorável em algumas regiões e ao atraso de alguns projetos. Ele aposta que o mercado norte-americano continua a apresentar sólido ritmo de crescimento.

"O terceiro trimestre não é um indicador do que está por vir", disse Olsen à Reuters. "Ao olharmos para os gastos com moradia e infraestrutura (nos EUA), acreditamos que os fundamentos são fortes e atraentes", acrescentou.

As ações da LafargeHolcim avançaram após a empresa reportar lucro operacional antes de depreciação e amortização de 1,68 bilhão de francos suíços (1,72 bilhão de dólares), ligeiramente acima das expectativas do mercado.

O resultado "nos deu confiança de que a administração está de novo no comando", comentou Phil Roseberg, analista da Bernstein (1 dólar = 0,9741 fraco suíço).

(Por John Revill)