November 4, 2016 / 1:47 PM / 9 months ago

Ibovespa sobe com notícias corporativas locais; cautela com exterior segue

3 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da Bovespa buscava apoio no noticiário corporativo local para firmar-se no azul, com as ações do Grupo Pão de Açúcar e da CCR entre os destaques de alta, mas com a cautela em relação à disputa eleitoral nos Estados Unidos limitando uma melhora sólida do pregão local.

Às 11:44, o Ibovespa subia 0,3 por cento, a 61.933 pontos. O giro financeiro era de 1,6 bilhão de reais.

Após uma abertura mais fraca, o Ibovespa tentava se recuperar depois de dois pregões seguidos com quedas acima de 2 por cento, em meio a preocupações com o quadro acirrado nas eleições dos EUA, com pesquisas mostrando embate apertado entre Hillary Clinton e Donald Trump.

O mercado segue ainda monitorando dados da economia norte-americana após o Federal Reserve, banco central dos EUA, ter sinalizado que pode subir os juros em dezembro.

Nesta manhã, os números do mercado de trabalho norte-americano mostraram a criação de 161 mil vagas em outubro, abaixo das 175 mil vagas esperadas em pesquisa Reuters. No entanto, os dados de agosto e setembro foram revisados para cima.

Destaques

- GRUPO PÃO DE AÇÚCAR subia 4,3 por cento, após a empresa afirmar que avalia alternativas para sua unidade VIA VAREJO . As units da Via Varejo, que não fazem parte do Ibovespa, avançavam 3,6 por cento.

- PETROBRAS PN valorizava-se 1,05 por cento, enquanto PETROBRAS ON avançava 0,4 por cento, na contramão da fraqueza do petróleo. No radar estava a notícia do jornal Folha de S.Paulo de que a revisão do contrato com a União no pré-sal pode render até 20 bilhões de dólares à petroleira. A empresa, no entanto, informou que o processo ainda está em andamento e eventuais valores a serem recebidos ainda não estão definidos.

- CCR tinha alta de quase 4 por cento, após a operadora de concessões de infraestrutura reportar lucro líquido de 1,15 bilhão de reais no terceiro trimestre, salto de 366 por cento ante igual período de 2015. Analistas da XP Investimentos destacaram a redução na alavancagem e gestão de custos como principais pontos positivos.

- ITAÚ UNIBANCO PN ganhava 0,55 por cento, ajudando a manter o Ibovespa no azul dado o peso que as ações têm no índice. Os papéis buscavam recuperação após queda acima de 2 por cento na véspera. BRADESCO PN tinha alta de 0,19 por cento.

- RUMO LOGÍSTICA caía quase 3 por cento, mantendo a tendência negativa após baixa de 7,8 por cento na véspera, quando teve a recomendação da corretora Brasil Plural rebaixada para "equal weight" e seus analistas dizendo que o resultado da empresa, previsto para o dia 9 de novembro, não deve atingir as expectativas do mercado.

- SER EDUCACIONAL, que não está no Ibovespa, ganhava 1,97 por cento, após reportar lucro líquido de 48,6 milhões de reais no terceiro trimestre, mais que o dobro do resultado para igual período do ano passado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below