Argentina cria órgão para supervisionar e dar transparência ao comércio de grãos

sexta-feira, 4 de novembro de 2016 19:35 BRST
 

BUENOS AIRES (Reuters) - O Ministério da Agroindústria da Argentina, um dos maiores países exportadores de grãos e alimentos, vai supervisionar o comércio nos mercados agrícolas para estimular a competição e evitar práticas desleais, segundo uma resolução publicada nesta sexta-feira.

O decreto estabelece a criação da Subsecretaria de Controle Comercial Agropecuário, que estará vinculada ao ministério e buscará maior transparência no comércio de grãos, um setor favorecido pela recente eliminação de impostos e de limites sobre a importação de cereais.

"A crescente atividade agropecuária, resultado das medidas implementadas recentemente pelo governo federal (...), torna imprescindível promover a transparência do mercado e a livre concorrência dos operadores no mesmo, sendo necessário, ao mesmo tempo, evitar práticas desleais de comercialização", explicou a resolução.

A maior parte do comércio de grãos na Argentina acontece na Bolsa de Rosário, que tem um grande pólo agroexportador, onde gigantes como Louis Dreyfus, Bunge e Cargill possuem unidades de processamento e terminais próprios.

A Argentina é um dos maiores exportadores globais de soja, milho e trigo.

(Por Maximiliano Rizzi)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))

    REUTERS LM GB