Índice sobe favorecido por melhora de apetite a risco no exterior

segunda-feira, 7 de novembro de 2016 11:19 BRST
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice de ações da Bovespa subia nesta segunda-feira, em linha com o exterior, que mostrava um cenário mais favorável à tomada de risco após diminuição nas preocupações com o cenário eleitoral norte-americano, e com os ganhos da Petrobras, que figurava entre os destaques positivos no pregão local.

Às 11:17, o Ibovespa subia 2,33 por cento, a 63.033 pontos. O volume financeiro era de 1,01 bilhão de reais.

Os ganhos desta sessão acontecem após o Ibovespa acumular perda de 5,1 por cento nos três primeiros pregões do mês em meio à preocupação com o cenário eleitoral nos Estados Unidos, depois de subir 11,2 por cento em outubro.

A diminuição de temores com a disputa pela presidência da maior economia do mundo vinha na esteira de pesquisas recentes mostrando a candidata democrata Hillary Clinton à frente do republicano Donald Trump.

Além disso, o FBI anunciou no fim de semana que não vai haver acusações contra Hillary, em uma investigação sobre seus emails, o que também ajudava a diminuir as tensões com o processo eleitoral dos Estados Unidos.

Esse alívio nas perspectivas quanto à eleição presidencial norte-americana também influenciava positivamente Wall Street, que caminhava para uma abertura em alta. Devido à mudança de horário nos Estados Unidos, os mercados acionários norte-americanos passam a abrir às 12:30 no horário de Brasília.

Para a equipe da corretora Lerosa Investimentos, a falta de uma agenda econômica e política local relevante deve deixar o mercado acionário brasileiro mais atrelado aos movimentos externos ao longo desta sessão.

  Continuação...