Wall St sobe com investidores acreditando em vitória de Hillary Clinton

segunda-feira, 7 de novembro de 2016 20:06 BRST
 

(Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos subiram na véspera da eleição presidencial dos Estados Unidos, com as perspectivas da candidata democrata Hillary Clinton melhorando após o FBI ter dito que não apresentaria queixas criminais contra ela após o uso de um servidor de emails particular.

As ações norte-americanas tiveram o maior ganho percentual nesta segunda-feira desde 1º de março, enquanto a medida de volatilidade teve a maior queda desde o fim de junho.

O FBI disse no domingo que manteve sua avaliação de julho, de que Hillary não é culpada de crimes, após ter anunciado em 28 de outubro que estava revendo mais emails ligados ao uso de servidores particulares enquanto era secretária de Estado.

Embora as pesquisas tenham mostrado avanço de Trump na semana passada, pelo menos cinco importantes pesquisas mostraram nesta segunda-feira que Clinton ainda estava na frente da corrida eleitoral.

Investidores enxergam a candidata que manteria a previsibilidade. Por outro lado, a postura de Trump em relação à política internacional, comércio e imigração irritou o mercado.

O índice Dow Jones saltou 2,08 por cento, a 18.259 pontos. O S&P 500 avançou 2,22 por cento, para 2.131 pontos. O Nasdaq subiu 2,37 por cento, a 5.166 pontos.

(Por Noel Randewich; reportagem adicional por Yashaswini Swamynathan)