AB Inbev recebe ao menos 6 ofertas por marcas de cerveja da Polônia e da República Tcheca

terça-feira, 8 de novembro de 2016 13:00 BRST
 

LONDRES E VARSÓVIA (Reuters) - A Anheuser-Busch InBev recebeu ao menos seis ofertas indicativas de participantes do setor e de fundos por marcas de cerveja, disseram fontes familiarizadas com o assunto nesta terça-feira.

Avaliadas em mais de 5 bilhões de euros, as marcas --que incluem Pilsner Urquell, na República Tcheca, e Tyskie e Lech, na Polônia-- foram colocadas à venda pela AB Invev como parte do acordo para aquisição do grupo britânico SABMiller por 100 bilhões de dólares, que foi concluído no mês passado.

A japonesa Asahi Holdings e a empresa tcheca de investimentos PPF Group submeteram propostas, enquanto o grupo húngaro de energia Mol se associou com a fabricante de sucos Maspex Wadowice Group e a seguradora PZU, ambas da Polônia, para lançar oferta conjunta pelos ativos, segundo as fontes.

Além disso, os investidores de private equity Bain Capital e a Advent também fizeram proposta conjunta, assim como a KKR e a Europa Partners, acrescentaram. Outro consórcio inclui a suíça Jacobs Holding e o fundo de pensão canadense PSP Investments, de acordo com as fontes.

No início do mês, o bilionário polonês Sebastian Kulczyk disse à Reuters que poderia usar parte dos recursos obtidos com a venda de sua fatia na SABMiller para comprar marcas de cerveja nas regiões leste e central da Europa.

A empresa de private equity BC Partners inicialmente manifestou interesse no negócio, mas depois saiu da disputa, disseram as fontes.

Procuradas, AB InBev, PPF, MOL, Bain e BC Partners se recusaram a comentar, enquanto Asahi, Maspex, PZU, Kulcyk Investment, Jacobs, PSP e outras companhias de private equity não estavam imediatamente disponíveis.

Segundo as fontes, a primeira rodada de ofertas ocorreu na segunda-feira, e a segunda deve acontecer só no próximo mês.

(Por Pamela Barbaglia, Agnieszka Barteczko e Martinne Geller)