Ações europeias sobem antes do resultado eleitoral dos EUA

terça-feira, 8 de novembro de 2016 15:54 BRST
 

LONDRES/MILÃO (Reuters) - As ações européias fecharam em alta nesta terça-feira, com movimentos encorajadores de algumas empresas que sustentaram o mercado de forma mais ampla em um dia no qual os investidores permaneceram focados na disputa eleitoral nos Estados Unidos.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em alta de 0,31 por cento, a 1.322 pontos. O índice pan-europeu STOXX 600 subiu 0,32 por cento, depois de avançar 1,5 por cento na sessão anterior como melhores chances de Hillary Clinton se tornar a próxima presidente dos Estados Unidos.

A candidatura de Hillary ganhou impulso no domingo, quando o FBI informou que manteve o seu julgamento de julho que apontou que a candidata democrata não era culpada pelo uso de um servidor de email privado.

Hillary, apontada como uma candidata que oferece maior certeza e estabilidade, manteve estreita liderança nas pesquisas de opinião sobre o republicano Donald Trump.

Os investidores permaneceram cautelosos já que, há menos de cinco meses, a decisão do Reino Unido de deixar a União Européia desafiou a maioria das pesquisas e as probabilidades das casas de apostas.

Os índices de recursos básicos e de bancos estiveram entre os ganhadores setoriais neste pregão, enquanto o de saúde ficou praticamente estável. O Barclays informou que as ações de bancos e de materiais deveriam se beneficiar no curto prazo de uma vitória de Hillary, enquanto os de saúde ganhariam com Trump.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,53 por cento, a 6.843 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,24 por cento, a 10.482 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,35 por cento, a 4.476 pontos.   Continuação...