França pode ter cortes de energia no inverno por dependência de fontes nucleares

terça-feira, 8 de novembro de 2016 19:06 BRST
 

PARIS (Reuters) - A França pode impor cortes de energia neste inverno devido à uma escassez de eletricidade, uma medida sem precedentes para o país, o que iria expor as vulnerabilidades de sua dependência na energia nuclear.

O alerta foi emitido nesta terça-feira pela operadora de rede RTE, que disse que o abastecimento de energia foi abalado pelo fechamento de cerca de um terço dos envelhecidos reatores nucleares do país, desativados para testes de segurança. A autoridade reguladora do país solicitou uma avaliação da força de alguns importantes componentes de aço após a descoberta de irregularidades de fabricação.

A França depende da fonte nuclear para três quartos de sua energia, mais do que qualquer outro país. A RTE disse que a quantidade de energia nuclear disponível estava em uma mínima recorde para esta época do ano, cerca de 10 mil megawatts mais baixo do que há um ano --equivalente a mais do que o dobro do consumo de Paris e Marselha juntos.

"Durante alguns períodos do dia no inverno, e durante alguns dias, nós poderemos precisar usar medidas excepcionais para garantir o equilíbrio da demanda e oferta de eletricidade na rede", disse o presidente da RTE, François Brottes, a repórteres durante coletiva de imprensa.

A RTE começaria impulsionando as importações de energia e também poderia pagar alguns consumidores da indústria para desligar suas máquinas ou reduzir o uso, mas Brottes disse que a operadora de rede também pode ter que impor curtos apagões de energia em partes do país.

A oferta de energia deve ficar mais apertada nas três primeiras semanas de dezembro, disse a RTE. Com cerca de um terço das residências francesas aquecidas com eletricidade, o país é altamente sensível a ondas de frio.

(Por Bate Felix e Geert De Clercq)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))

    REUTERS LM GB